Notícias

Uma nova possibilidade para os mecânicos

O sucesso do varejo online tem encorajado profissionais do setor automotivo a apostarem em um novo negócio dentro do ramo: uma loja virtual própria de autopeças


O patriarca da família paulistana Bacci, seu Florentino, de 75 anos, atua como mecânico há mais de 50 anos. Ao lado do filho Luis Carlos Bacci, ele mantém uma das oficinas mais tradicionais do Jabaquara, em São Paulo: a Mecânica Bacci (antiga Boa Amizade), no bairro há três décadas.


No entanto, o conserto de veículos leves tem sido ofuscado por um novo negócio da família: o varejo online. “Em março deste ano, decidi investir na venda de peças pela internet. Tenho contato com muitos distribuidores e percebi que poderia ser algo promissor”, diz Luis Carlos.

Luis Carlos e o sr. Florentino: amor à profissão. Foto: Willian Andrade


Promissor é. Pelo menos é o que mostra a 2ª edição do Estudo do Setor de Autopeças. A pesquisa apontou que o mercado online no Brasil cresce ao ritmo de 40% ao ano, enquanto o varejo total apenas 25% no mesmo período.

O pequeno estoque da oficina, composto por produtos de alto giro, logo começou a tomar o espaço de seu escritório. “Investi cerca de R$ 100 mil em peças para o comércio online. O retorno é injetado em novos produtos. As vendas têm sido satisfatórias”, comemora.

Os primeiros passos na rede


Com pouca familiaridade com a internet, Luis Carlos escalou seu irmão, Carlos Eduardo, para fazer parte do time de seu negócio virtual. “Coloquei os produtos em um famoso marketplace, mas o processo não foi muito simples. Tive que cadastrar item por item, preencher sozinho as informações e mandar fotos das peças, o que consumiu muito tempo”, comenta Carlos Eduardo Bacci. “Mas a experiência serviu como teste para ganharmos confiança com as vendas online.”

Enquanto o estoque, aos poucos, sumia, o administrador ganhava cada vez mais intimidade com o universo de autopeças e, consequentemente, fazia mais contatos com o setor. Foi quando um de seus distribuidores comentou sobre o Canal da Peça.

“Um colega sugeriu que a gente montasse uma loja na plataforma Canal da Peça, pois tinha sido criada especificamente para o setor de autopeças. Achei a ideia muito interessante e fui atrás da empresa”, relembra. “E assim nasceu a Bacci.canaldapeca.com.br.”

Bom atendimento e rapidez


De acordo com Carlos Eduardo, o primeiro contato com nossa equipe foi decisivo para testar as vendas pela plataforma. “O consultor Marco nos deu todo o suporte necessário para a criação da nossa loja e, sempre que preciso, consigo tirar dúvidas com ele, seja por telefone, Skype ou WhatsApp”, diz.

+ Leia mais sobre a importância do WhatsApp no varejo 


Há pouco mais de um mês com a gente, o administrador aprova o teste grátis. “Não tive dúvida de que, após a experiência gratuita, iríamos continuar no Clube Profissional. Estamos atingindo o setor e fazendo bons negócios e contatos”, complementa.

+ Conheça nossos planos 


A loja no Canal da Peça


Poucos dias depois de enviar a Planilha de Estoque, o e-commerce da Mecânica Bacci estava no ar. “Diferentemente do que ocorre em outros sites, a planilha já vem pronta com os itens que precisamos preencher. A atualização é feita uma vez por semana. Tudo é muito simples”, diz Carlos Eduardo, que também compartilha estoque de outros lojistas. “Isso fortalece o grupo, a comunidade de profissionais deste setor”, complementa Luis Carlos.


 Saiba mais sobre Planilha de Estoque

Carlos Eduardo Bacci: facilidade na criação da loja virtual. Foto: Willian Andrade


Segundo o profissional, as informações detalhadas da nossa plataforma ajudam muito na efetivação das vendas. “Em outros lugares, o comprador tem que aguardar a resposta do vendedor. No Canal da Peça, isso não acontece, o que favorece muito quem não entende nada de peça.”


 Veja como é fácil ter sua própria loja virtual 



Enquanto os profissionais conversavam com a gente, duas ligações interromperam a entrevista: ambas de clientes do Canal da Peça. “Pelo nome da nossa loja, os clientes ficam sabendo que também somos mecânica. Isso pode ser convertido em serviços para nós. O consumidor compra na nossa loja e faz a aplicação com a gente”, diz Carlos Eduardo.


 Saiba mais sobre Personalização da Loja



Entrega sem complicação


Na maioria das vendas pela nossa plataforma, o envio dos produtos foi pelos Correios, com nossa etiqueta impressa. “Facilita bem nosso trabalho”, afirma. “Mas a opção via motoqueiro é ainda melhor. Em poucos minutos, clientes da mesma região recebem a peça. Em breve, também queremos ter nossos próprios entregadores”, diz Luis Carlos.

+ Sem medo do frete 


Setor digital


Outro ponto que chamou a atenção dos irmãos Bacci foi a parte de digitalização dos catálogos de grandes fabricantes. “Pesquisamos muito no Canal da Peça e os catálogos agilizam muito nossa rotina”, comenta Luis, que é leitor assíduo do Blog

“O setor carece de informações. Quanto mais conteúdo para nós, mecânicos, melhor. O Canal da Peça sai na frente também por isso.”

Vender mais para reparar menos


Luis Carlos, que trabalha há mais de 30 anos com reparação automotiva e atende cerca de 120 carros por mês, quer colocar o pé no freio na mecânica para acelerar na internet.

“Quero que a maior parte da minha renda venha das vendas virtuais. Vamos aumentar o estoque, mas será comercializado apenas online”, avisa. “Temos que acompanhar a tendência. Quem sabe também não vendemos nossos serviços pela rede?”, indaga.

Luis Carlos Bacci: mais vendas pela internet, menos reparação. Foto: Willian Andrade


Nesses pouco mais de 30 dias com a nossa plataforma, o balanço é positivo. “Está sendo uma experiência nova e muito bacana. A plataforma está desenvolvendo um ótimo trabalho para o setor como um todo. Acredito que em breve o Canal da Peça será tão ou maior que o principal marketplace do momento”, diz.

Para ele, as vendas de peças pela internet vieram para ficar. “Comodidade, praticidade e poder comparar preços sem sair de casa são pontos imbatíveis. O plano, agora, é focar apenas no Canal da Peça e vendermos cada vez mais online”, afirma Luis Carlos. Afinal, diversificar no ramo pode ser, de fato, a alma do negócio.


Receba grátis por e-mail

 

Comentários

Author


Avatar