Notícias

De olho na tecnologia

A 4ª edição do CWS Experience, que ocorreu na última terça-feira (30), em São Paulo, contou com a participação de associações e concessionários, que, assim como outros setores, estão atentos à mudança na forma de consumo dos brasileiros. A digitalização, para eles, é tema para agora

A missão do CWS é promover a digitalização em setores que atuam com grandes estoques – o de reposição, em especial, tem tido grande representatividade nos projetos desenvolvidos por nós.

Os mercados automotivo e agrícola e, mais recentemente o de construção civil, estão entre os atendidos pelo nosso grupo, que ganhou projeção nacional ao lançar a plataforma Canal da Peça, em 2013, de compra e venda de peças. Hoje, ela é o principal meio de pesquisa e aquisição de produtos para mais de 100 mil usuários profissionais.

Nossa expertise no assunto fez com que criássemos o CWS Experience, evento para disseminar a transformação digital para empresários que buscam inovação e, principalmente, evolução. A 4ª edição, que ocorreu na última terça-feira (30), em São Paulo, foi exclusiva para associações e rede de concessionárias – mercado cada vez mais interessado nesse tema.

E não é por acaso que eles querem saber mais sobre o assunto: além do comércio de peças que está em ascensão na internet – área relevante dentro das concessionárias -, o digital age como influenciador principal na decisão de compra de um veículo. É através da web que o consumidor se atualiza, pesquisa, tira dúvidas, checa opiniões de outros compradores e, finalmente, tem mais segurança para ir a um ponto físico fechar negócio.

+ Leia também: Sua concessionária na onda digital

Henry Visconde, da Eurobike, especializada no mercado de luxo, esteve presente no evento e ressalta a importância da atuação digital. “Atualmente, é fundamental este setor digitalizar suas operações, principalmente na área de peças, que tem tanta representatividade para as concessionárias”, diz. “Os consumidores não abrem mão do online também para buscar as informações que precisam. A rede tem encurtado o caminho: o cliente só vai à loja para efetuar a compra do veículo”.

A opinião do empresário vai ao encontro de um estudo do Google, que afirma que 93% dos consumidores utilizam meios digitais no processo de compra de um carro. “O primeiro contato é feito sempre via online. Por isso, é importante a cadeia estar totalmente digitalizada”, complementa.

Mais ações, mais negócios

Integrar operações e aproximar a cadeia, ações possíveis apenas com a tecnologia, foram os assuntos mais comentados durante o evento. Nomes importantes como Mori Motors, Abrão Reze, Assohonda, Assodeere e Abrahy participaram do encontro e opinaram sobre os temas, que ajudaram a ampliar o conceito ‘transformação digital’, trazendo novas perspectivas para os profissionais deste mercado.

“Mais do que um e-commerce isolado, promovemos a digitalização da cadeia de setores distintos, que se integram no ecossistema da plataforma, gerando mais negócios para todos”, explicou Vinícius Dias, CEO do CWS, durante sua apresentação.
Nossas soluções refletem diretamente na otimização do trabalho de áreas diferentes dentro uma empresa; garante gestão mais eficiente de produtos e estoques; e melhora a comunicação com os clientes. “Pontos que têm ajudado companhias a se destacarem em seu mercado de atuação”, ressalta Dias.

+ O ouro do século 21

Para Ton Silveira, da Associação Brasileira dos Concessionários Hyundai (Abrahy), as instituições junto às concessionárias precisam se dedicar mais ao tema. “É muito importante discutirmos ações para darmos o primeiro passo. A transformação é inevitável” diz.

O milagre do 1%…e da transformação digital!

Lino Rodrigues, professor da Faculdade de Economia e Administração (FEA/USP), palestrou sobre a atual necessidade de empresários em olhar, com mais atenção, para todas as possibilidades promovidas pela tecnologia. A razão é uma só. “Ela permite medir, com mais precisão, o grau de reciprocidade do cliente em relação à sua marca. Com isso, você estabelece uma atividade mais permanente e pode fazer ajustes significativos que vão impactar, diretamente, nos seus negócios”, garante.

Lino Rodrigues durante a apresentação. Foto: Adriano Stofaleti

Lino Rodrigues durante sua apresentação no CWS Experience. Foto: Adriano Stofaleti


Rodrigues também dissertou sobre o que ele chama de “milagre do 1%”, conjunto de estratégias que, ao elevar minimamente o preço, pode fazer grandes mudanças em empresas. “Há caso de companhia que, ao elevar apenas 1% do preço de seus produtos, aumentou o resultado operacional em 288,2%,” afirma.

+ Veja mais: Sua marca no mundo virtual

Vinícius Dias encerrou o evento mostrando estudos sobre transformação digital e seus impactos em empresas nacionais e internacionais, entre elas a Magazine Luiza e a Amazon. A primeira, famosa pela venda de eletrodomésticos em pontos físicos, foi além do balcão e apostou no e-commerce. Entre 2011 e 2018, seu valor de mercado subiu 400%, chegando a R$ 23 bilhões.

Com mais investimentos em ações digitais, a Amazon se superou. Entre 2010 e 2018, seu valor de mercado cresceu mais de 1300%. Hoje, a empresa está avaliada em US$ 1 trilhão, tornando-se a segunda companhia americana a atingir essa cifra. Em agosto deste ano, semanas antes dessa divulgação, a Apple havia alcançado o mesmo patamar. “A digitalização não é mais um assunto para o futuro, já é realidade. Quem adotar soluções antes, certamente, conquistará uma fatia muito maior do mercado”, comenta Dias.

Marcio Ribeiro dos Santos, da Assohonda. Foto: Adriano Stofaleti

Marcio Ribeiro dos Santos, da Assohonda. Foto: Adriano Stofaleti


Marcio Ribeiro dos Santos, da Assohonda, elogiou o encontro. “Foi muito interessante a palestra e nos mostrou a importância real do digital para conectar estoques, atender outros públicos e alcançar novos clientes”, afirma. “Uma peça que está parada há meses em uma concessionária poderia resolver o problema de um cliente de outra cidade que está com o carro encostado por conta desse item. A tecnologia é, sem dúvida, uma grande aliada para nós”, opina. Felizmente, para todos nós.

Receba grátis por e-mail

Comentários

Author


Avatar