Your address will show here 12 34 56 78
Fabricantes, Notícias
A empresa brasileira, sediada em Mogi das Cruzes, em São Paulo, tem usado a internet a favor de seus negócios. Saiba como a tecnologia se tornou uma forte aliada da companhia no disputado varejo eletrônico

Que a tecnologia tem revolucionado o comércio e o relacionamento de empresas com seus clientes, não é mais novidade. Mas, nesse cenário, o setor de autopeças vem ganhando cada vez mais destaque.

De olho no universo digital, fabricantes de peças automotivas têm colocado o pé no acelerador quando o assunto é inovação.

A empresa Perfect, fundada em 1994 em São Paulo, é uma das que tem acompanhado esse movimento. A companhia brasileira, que também exporta para países da América do Sul, está entre as principais marcas de pivôs e terminais do segmento.

Com mais de dois mil itens no portfólio, era fundamental a exposição dos produtos em uma vitrine que fosse acessível em qualquer região do País e fora dele. A solução? Recorrer à tecnologia.


 

“Nosso primeiro passo rumo ao varejo eletrônico foi a digitalização dos nossos catálogos. Isso otimizou o tempo de varejistas e consumidores que precisavam pesquisar algum de nossos produtos”, diz Debora Coronado, gerente de marketing da Perfect.

Portfólio completo na ponta dos dedos

Todos os produtos da Perfect, assim como manuais técnicos, modo de aplicação e fotos, estão disponíveis pelo computador, tablet e celular.

Por trás da digitalização do portfólio está a plataforma Canal da Peça, empresa que desenvolve soluções digitais para o setor de autopeças. “O Canal da Peça já passa uma forte credibilidade para os consumidores. Por isso, optamos por essa plataforma para a nossa entrada na internet. A presença da Perfect Brasil na rede se torna maior com parcerias como essa”, afirma.



Para quem costuma pesquisar peças automotivas na internet, a digitalização, de fato, vem para simplificar a busca. “Dificilmente pesquiso peça em catálogos impressos. Hoje, prefiro receber os lançamentos por e-mail”, diz Wesley Reis, cliente da plataforma Canal da Peça.

Um shopping virtual da marca

Depois do primeiro passo, era hora de apostar em projetos maiores. “Logo após a digitalização, decidimos criar um portal, desenvolvido também pelo Canal da Peça, que beneficiasse todos os nossos parceiros”, afirma Coronado.

“Nossa página funciona no modelo marketplace, reunindo varejistas de todo o País que vendem nossos produtos. Com isso, conseguimos estreitar nosso relacionamento com lojistas, mecânicos e consumidores finais.”

A entrada no varejo virtual marca uma nova etapa para a empresa. Se antigamente, mecânicos e consumidores de cidades mais afastadas não tinham acesso ao portfólio completo da Perfect, hoje, isso mudou.

Um dos consumidores da marca, o analista de sistemas Alexandre Zardo, apoia a iniciativa da companhia. “Muitas vezes meu mecânico não consegue encontrar peça para o meu carro, então tenho que pesquisar na internet”, diz Zardo, dono de um automóvel fabricado pela chinesa Jac Motors.

“Entrei em contato com a Perfect, que me direcionou para o próprio portal da marca. Na página, encontrei facilmente o produto que buscava. Gostei muito da experiência e pretendo continuar utilizando este canal”, afirma.

Peças de reposição em alta

A investida da Perfect na internet vem em um momento bom para o setor. De acordo com cálculos efetuados pelo Sindipeças, a frota de autoveículos em circulação no País (automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus) alcançou 42,9 milhões de unidades em 2016, com crescimento de 0,7% em relação ao ano anterior.

“Nos últimos anos, a frota de automóveis cresceu absurdamente. E esses veículos precisam de manutenção. Cada vez mais carros são produzidos e vendidos”, comenta Debora Coronado.




“E para atendê-los com mais eficiência, a internet é um excelente canal. Uma das principais vantagens do varejo eletrônico é oferecer produtos vendidos no comércio tradicional, para um público a nível nacional”, afirma.

“Boom” na rede

Na internet, o comércio de autopeças vem em um ritmo de crescimento acelerado. Um estudo feito em 2014 pela consultoria alemã Roland Berger, em parceria com a americana Hedges & Company, mostrou que, desde 2008, o comércio online de autopeças cresceu entre 12% e 16%, a cada ano.

No Brasil, a 2ª edição do Estudo do Setor de Autopeças apontou que o mercado online de autopeças cresce ao ritmo de 40% ao ano, enquanto o varejo total apenas 25% no mesmo período.

Com o sucesso do comércio eletrônico, não são apenas os fabricantes que têm colhido bons frutos na web. “Hoje, cerca de 20% da nossa receita vem do e-commerce”, afirma Emerson Martins, gerente da Autopeças Molina, que faz parte dos lojistas que expõem seus produtos no portal da Perfect. O varejista também comercializa itens dos principais fabricantes de autopeças.

E pela projeção da consultoria americana Forrester Research, o varejo online ainda irá crescer mais. Por encomenda do Google, um estudo recente prevê que 27 milhões de brasileiros farão sua primeira compra pela internet até 2021.

Se a expectativa for atingida, o País terá 67,4 milhões de consumidores virtuais, o que representa 44% dos internautas. A pesquisa ainda calcula aumento de quase 80% no faturamento do comércio eletrônico, saltando para R$ 85 bilhões até 2021.

Para Debora Coronado, a agilidade e a facilidade em encontrar um produto são os principais atrativos da rede. “As pessoas que não têm tempo de ir atrás de uma peça, vão recorrer à internet.”

Tecnologia para conectar

Outras ferramentas têm sido utilizadas pela Perfect: o aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp e o chat online. “Divulgamos muito produtos e campanhas através do WhatsApp. Já em nosso site, disponibilizamos chat online, que facilita o contato direto com nosso cliente e, também, conseguimos indicar onde achar nossos principais revendedores e tirar dúvidas técnicas de produto”, diz Debora Coronado.

Entusiasta da internet e das soluções digitais do Canal da Peça, Coronado também promove ações que incentivam seus consumidores a conhecerem mais o ambiente virtual.
“Hoje, algumas de nossas campanhas relacionadas ao consumidor final direcionam o usuário para página do Canal da Peça. Isso tem feito com que eles conheçam todas as possibilidades da plataforma.”

De acordo com Debora, as experiências da Perfect na internet têm sido positivas. “Estamos felizes com a participação da marca no comércio eletrônico. Pretendemos criar sempre ações que beneficiem nossos clientes e parceiros”, adianta. “Estaremos cada vez mais engajados com o universo digital, que não é mais o futuro e, sim, o presente”, finaliza.


Veja como é fácil comprar pelo portal da Perfect:




0